Notícias

Informações especiais para a sua empresa

25/10/2021

Acontece no GBrasil

Acene Contabilidade e HSBS participam de Live GBrasil sobre LGPD e segurança da informação

Evento contou com palestra de Wandercy Fonseca, Consultor da HSBS e Membro da ANPPD

Pedro Duarte

A mais recente edição da Live GBrasil, realizada na quinta-feira, 21, tratou de aspectos técnicos implementados pela área de Tecnologia da Informação para a adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). O webinar teve a participação da HSBS, empresa do ramo de tecnologia especializada em otimização de produtividade, segurança digital e compliance, e da Acene Contabilidade (GBrasil | PE).

O Diretor da Acene Contabilidade e do Comitê de TI do GBrasil, Flávio Farias, acredita que a adoção de procedimentos em respeito à LGPD exige, também, uma novo mindset corporativo. “Essa transformação vai muito além da adequação de termos e contratos, é uma mudança de cultura que precisa ser implementada nas empresas”, afirma o empresário.

bloco_wandercy_fonsecaDe acordo com o palestrante Wandercy Fonseca, Consultor em segurança da informação e compliance à LGPD da HSBS, é preciso investir no treinamento de pessoal e, em paralelo, adotar padrões de segurança da informação de acordo com o porte empresarial, evitando a exposição de dados sensíveis devido a ação humana ou fragilidade digital.

Fonseca, que é Membro da Associação Nacional dos Profissionais de Privacidade de Dados (ANPPD), apresentou ainda algumas pesquisas que ressaltam a importância da segurança da informação nas empresas. Segundo levantamento da TI Safe, feito em 2020, os ataques cibernéticos no Brasil cresceram 860% durante a pandemia, além disso, 95% das violações de segurança cibernética são causadas por erros humanos, segundo dados da Cybint.

A Lei Geral de Proteção de Dados prevê a aplicação de penalidades, como multas de até R$ 50 milhões, eliminação do banco de dados empresarial e proibição de operar com tratamento de informações pessoais. Segundo Fonseca, a urgência em se adequar às normas, no entanto, não é mera burocracia. “A cada dólar gasto em privacidade, a organização média está recebendo U$ 2,70 em benefícios associados”, explica o especialista, citando a métrica ROI de privacidade.

A transmissão foi exclusiva para membros das 37 empresas associadas ao GBrasil. Os participantes tiveram acesso a materiais extras para reforçar as ações já existentes em seus departamentos de TI, como informações sobre novas técnicas e ferramentas de segurança da informação e compliance.

faixas_servicos_faixa_2

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA NOVIDADES NO SEU E-MAIL