Notícias

Informações especiais para a sua empresa

05/11/2019

Dicionário de Contabilês

AMORTIZAÇÃO

Sua empresa gastou dinheiro com software ou reformou um prédio alugado? Veja por que você deve AMORTIZAR esses valores em sua contabilidade.

Da redação

Se sua empresa possui bens intangíveis – como licenças de software, fundo de comércio, marcas e patentes, direitos autorais e licenças de uso, benfeitorias em prédio de terceiros e direito de exploração de atividades por tempo determinado – é importante que seus profissionais de contabilidade cuidem de registrar a perda de valor desses componentes patrimoniais. É preciso calcular mensalmente a amortização dos valores investidos nesses bens intangíveis para que os balanços da empresa apresentem valores corretos no grupo de ativos imobilizados. Isso significa uma alocação sistemática do valor amortizável ao longo da vida desse ativo.

Se lançados de forma adequada e periodicamente, esses valores irão contribuir para um menor impacto tributário sobre os resultados da empresa, permitir uma previsão orçamentária mais segura e, ainda, garantir uma correta contabilização dos ativos.

Como calcular a amortização

Veja como calcular, por exemplo, uma licença de software adquirida em 2018:
- Valor de aquisição: R$ 20.000,00
- Taxa de amortização: 20% ao ano
- Prazo máximo de amortização: 5 anos (60 meses)
- Taxa de amortização mensal: 100% / 60 meses =  1,67%
- Valor de amortização mensal: R$ 333,33
- Prazo final da amortização: 2023

Diferença entre Amortização e Depreciação

A amortização está relacionada aos bens intangíveis (imateriais, não tocáveis, não físicos).
A depreciação tem a ver com os bens tangíveis (materiais, que se pode tocar, como prédios, mobiliários, máquinas, equipamentos e automóveis).

Contribuíram para a definição, os seguintes especialistas do GBrasil:
Gabriela Lima, (Organização Silveira de Contabilidade), Renato Toigo (Toigo Contadores) e Pedro Coelho Neto (Marpe Contadores).

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA NOVIDADES NO SEU E-MAIL