Notícias

Informações especiais para a sua empresa

27/12/2019

Dicionário de Contabilês

Impairment

Entenda este teste aplicado em empresas auditadas e que calcula o valor de mercado dos bens ativos

da Redação

impairment (deterioração, em inglês) é um procedimento previsto em norma contábil que é também conhecido como redução do valor recuperável de um ativo e tem por finalidade avaliar se os bens de uso de uma empresa estão desvalorizados ou valorizados. O teste de impairment verifica se os componentes do ativo imobilizado da empresa estão com um valor maior ou menor do que o mercado. Por exemplo, se uma empresa tem um bem de R$ 200 mil registrado na contabilidade e descobre por meio do laudo de avaliação que o mesmo ativo vale R$ 180 mil no mercado, ela é obrigada a reconhecer a perda, constituindo uma provisão.

Os testes de impairment foram introduzidos no País com a finalidade de harmonizar as normas contábeis brasileiras às normas internacionais de contabilidade (IFRS) – adotadas por grande parte das companhias no mundo. Segundo a Lei nº 11.638/2007, que trata da elaboração e divulgação das demonstrações financeiras de grandes empresas no Brasil, os testes de impairment são obrigatórios para empresas sujeitas a auditorias.

Não existe fiscalização específica da aplicação do teste sobre as demonstrações contábeis das empresas, com exceção daquelas sujeitas à fiscalização de órgãos reguladores. Porém, as empresas que utilizam as demonstrações para tomada de decisões junto a terceiros, como empréstimos bancários, licitações e análises de créditos, podem ser questionadas por aplicação incorreta das normas contábeis. Além disso, as companhias auditadas vem sendo pressionadas a realizar o teste sob pena de terem ressalva no relatório de auditoria.

Entre os métodos para a realização do teste de impairment estão o de valor justo líquido de venda e o de valor em uso. O primeiro representa o valor de mercado, e o segundo, o valor em uso, o da capacidade dos bens de gerar receita em um determinado período.

Empresas especializadas e de contabilidade têm sido demandadas para fazer a avaliação dos bens do imobilizado a preço de mercado, o que envolve uma equipe multidisciplinar de contadores, inventariantes e engenheiros civis e mecânicos. Com o Laudo de Avaliação dos Bens do Ativo Imobilizado, as companhias têm condição de fazer o teste de impairment para verificar se há necessidade de contabilizar a provisão para perdas prováveis, reduzindo o ativo imobilizado ao valor de mercado.

Contribuíram para a definição, o contador Pedro Coelho Neto, diretor da Marpe Contabilidade (GBrasil | Fortaleza – CE) e Antonio Carlos Souza dos Santos, sócio-diretor da SoxConsult e especialista em impairment.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA NOVIDADES NO SEU E-MAIL