Notícias

Informações especiais para a sua empresa

18/02/2021

Departamento Pessoal

Trabalho Híbrido é apontado como tendência após impulso a home office

Matéria do GBrasil resume o que você precisa saber sobre o tema

Pedro Duarte

As adaptações do mundo corporativo durante a pandemia apresentam uma nova tendência: o trabalho híbrido. Meio-termo entre o trabalho presencial e o home office, a formatação prevê rotatividade no local de trabalho e economia em equipamentos e manutenção ao empresário.

No entanto, o regime híbrido ainda não possui regulamentação. A ausência de previsão legal requer esforços extras na gestão de aditivos e mudanças nos contratos de trabalho.

Home Office

Com grande adesão em 2020, o home office apresentou algumas questões. Entre elas, a dificuldade de interação entre os funcionários. Resultando em maiores desafios para a comunicação interna e a motivação de equipes. Nesse cenário, cresce a preferência pelo trabalho híbrido.

A Ambev, por exemplo, constatou em junho que 90% de seu quadro de colaboradores optava pelo trabalho híbrido. A pesquisa revelou que apenas 5% escolheram o teletrabalho, mesmo percentual de entusiastas do regime presencial.

Trabalho Híbrido: o que é?

Mesclando aspectos do trabalho remoto, o regime híbrido possibilita que o funcionário trabalhe em casa, frequentando o local de trabalho poucas vezes na semana. Enquanto a empresa supervisiona de perto e evita aglomerações, o funcionário tem a possibilidade de realizar reuniões presenciais ou projetos com a equipe. Além disso, custos com equipamentos e contas rotineiras da empresa têm queda, devido à redução de pessoal circulando.

O trabalho híbrido e suas implicações legais

Por não ter previsão na CLT, o trabalho híbrido ainda levanta uma série de dúvidas aos gestores das empresas. Para evitar erros, o melhor caminho é se basear no contrato de teletrabalho. Mudanças pontuais podem ser feitas por meio de aditivos.

Gerir as mudanças contratuais, no entanto, demanda tempo e mão de obra especializada. Uma das vias para economizar neste processo é optar por uma assessoria em Departamento Pessoal. Com especialistas no tema, fica fácil suprir tais demandas, bem como programar benefícios de vale-transporte, vale-alimentação e vale-refeição, além de férias e horas extras.

faixas_servicos_faixa_4

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA NOVIDADES NO SEU E-MAIL