Notícias

Informações especiais para a sua empresa

08/05/2019

Dicionário de Contabilês: BALANCETE

Entenda o conceito e a utilidade para a empresa

Balancete é um demonstrativo financeiro não obrigatório pelo qual as empresas podem verificar a evolução de receitas e despesas de um período, de modo a avaliar o resultado financeiro do negócio, a capacidade de pagamento da organização e o resultado obtido nas operações. Com o balancete, é possível fazer essa análise antes do encerramento do balanço patrimonial. 

Os balancetes são emitidos a partir dos registros dos fatos contábeis efetuados na escrituração. Na prática, é como se fosse um retrato do patrimônio em movimento, mostrando em números as alterações ocorridas desde a data do último balanço.  

Além disso, se trata de um demonstrativo analítico que apresenta mais detalhes dos vários elementos patrimoniais, como das receitas, despesas e demais contas emanadas dos fatos contábeis. É essencial para os responsáveis pela escrituração contábil, pois retrata todos os registros contábeis efetuados no período. Normalmente, são levantados balancetes mensais para fins de verificação e para apresentação aos gestores da empresa. 

A tempestividade do balancete é fundamental para que seja útil a administração da empresa, pois permitirá o acompanhamento dos registros contábeis, do resultado do período e até o redirecionamento dos negócios. 

A diferença entre o Balanço e o balancete é que deste constam as receitas e despesas de um período. Uma vez encerrado o balanço, as receitas e despesas passam a compor a Demonstração de Resultado do Período, permanecendo no Balanço apenas as contas patrimoniais, ou seja, as que representam bens, direitos e obrigações. No balancete e no Balanço figuram também as contas que compõem o Patrimônio Líquido, tais como capital, reservas e/ou prejuízos. 

Eventualmente, fornecedores ou bancos poderão solicitar uma posição mais atualizada após o balanço que, via de regra, é levantado no dia 31 de dezembro. Nestes casos, será possível encaminhar o balancete, porém tomando-se o cuidado de sintetizá-lo de modo a não divulgar desnecessariamente os nomes de clientes, fornecedores e financiadores.

*Com a colaboração da diretora comercial da RC Assessoria Contábil (GBrasil | João Pessoa - PB), Rebeca Cavalcanti; da diretora da Eaco Consultoria e Contabilidade (GBrasil | Curitiba - PR), Dolores Biasi Locatelli; do diretor da Toigo Contadores Associados (GBrasil | Caxias do Sul - RS), Renato Toigo; do diretor da Marpe Contabilidade (GBrasil | Fortaleza - CE), Pedro Coelho; da gerente do paralegal da Marpe Contabilidade (GBrasil | CE), Socorro Maciel; e da diretora-executiva da Rui Cadete Consultores e Auditores (GBrasil | Natal – RN), Karina Dias.